O mundo aberto. Do cristianismo à física quântica. Aspectos da filosofia de Slavoj Žižek

Fabiano Veliq

Resumo


O presente artigo tem como objetivo analisar a obra O absoluto frágil do filósofo esloveno Slavoj Žižek e mostrar que a partir da crítica à religião cristã evidenciada nesta obra é possível entender alguns aspectos interessantes da proposta de Žižek para a contemporaneidade. A crítica que ele faz à religião cristã se mostra interessante, pois tal crítica não visa eliminar a proposta cristã, mas evidenciar que o cristianismo rompe com uma lógica de mundo visto como “todo” e insere nele uma nova lógica que seria aberta, “não-toda” e neste sentido o cristianismo como religião ateia abre a possibilidade para pensar o mundo a partir de uma nova ontologia que seria matemática e quântica. Esta proposta de Žižek se mostra profícua para pensar uma nova forma de pensar o debate acerca da religião do ponto de vista interdisciplinar, por trazer para o diálogo campos bastante diferentes como a física quântica, a filosofia e a teologia.



Texto completo: PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Synesis está indexada em bases de dados, repositórios, diretórios, indexadores e portais, nacionais e internacionais, conforme a relação abaixo:

Logotipo do Crossref REDIB CiteFactor Diadorim Logotipo do Crossref Dialnet Academic Index Goldrush JournalTOCS Academic Journals Database Livre! www.scirus.com TroveEZBAcademic Index

* Proquest@, Ulrich's Periodicals Directory@ e EBSCO@ são bases de acesso restrito.



Consulte também:


Sherpa/Romeo JSTOR Scielo Redalyc Academic Journals Database Logotipo do Crossref Philosophy Documentation Center


Contadores estatísticos:



<

Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Brasil License