DIREITOS FUNDAMENTAIS E A PARTICIPAÇÃO SOCIAL DA MULHER NO ISLÃ
PDF/A

Palavras-chave

Islã. Modernidade. Direitos fundamentais. Direitos da Mulher.

Como Citar

Porfírio de Castro Vieira, D., & Mariano dos Santos, T. T. (2019). DIREITOS FUNDAMENTAIS E A PARTICIPAÇÃO SOCIAL DA MULHER NO ISLÃ. Lex Humana (ISSN 2175-0947), 11(1), 1–31. Recuperado de http://seer.ucp.br/seer/index.php/LexHumana/article/view/1809

Resumo

Os direitos da mulher muçulmana, destacados pelo Alcorão e os textos sagrados do Islã, estão em evidência nos últimos anos, principalmente ao ter em vista as perspectivas ocidentais para com a situação da mulher islâmica e as constantes violações de seus direitos por grupos radicais. Assim, este trabalho, propõe apresentar uma análise acerca do papel social desempenhado pela mulher na comunidade muçulmana e seus direitos fundamentais conforme os escritos islâmicos. Ademais, salientar os contrastes entre os mundos ocidental e oriental islâmico de forma a compreender que a emancipação feminina não é apenas um discurso incorporado à modernidade ocidental, e as justificativas de expansão do modelo ocidental para o oriente. São realizadas considerações com base nas publicações de estudiosos acerca dos princípios liberais ocidentais, da teoria pós-colonial como forma de contrapor o ocidentalismo (eurocentrismo), da religião islâmica e são utilizados trechos dos livros sagrados do Islã, o qual coloca-se em destaque o Alcorão. Cujo resultado revelou que com o surgimento do Islã em meados do século VII d.C., as mulheres obtiveram direitos que só foram admitidos pelo Ocidente em tempos recentes.

PDF/A

Downloads

Não há dados estatísticos.