A filosofia da matemática de Kant no (novo) tribunal da razão: alguns aspectos do anti-intuicionismo no século dezenove e uma variante neokantiana
PDF/A

Como Citar

Amaral, L. (2020). A filosofia da matemática de Kant no (novo) tribunal da razão: alguns aspectos do anti-intuicionismo no século dezenove e uma variante neokantiana. Synesis (ISSN 1984-6754), 12(2), 67–87. Recuperado de http://seer.ucp.br/seer/index.php/synesis/article/view/2016

Resumo

Neste artigo serão expostos e discutidos alguns aspectos com respeito ao surgimento do projeto logicista e, ao final, será apontada uma variante dele na filosofia da matemática no neokantismo Ernst Cassirer. Para isso, a argumentação seguirá nos seguintes termos: em primeiro lugar, será levado em conta o ponto de partida de todo esse debate: a rejeição de Kant por parte dos filósofos e matemáticos já nos primeiros anos do século dezenove. Feito isso, será discutido qual o ponto a ser batido por essa tradição de autores e dois frutos que surgiram dessa reação ao filósofo de Königsberg. No terceiro momento, serão trabalhados brevemente três autores que, por assim dizer, são considerados os pilares fundamentais com respeito ao programa logicista (Frege, Russell e Dedekind). Na parte final do texto, será dito algo a respeito da importância do último autor no contexto da filosofia juvenil do neokantiano Ernst Cassirer.

PDF/A

Downloads

Não há dados estatísticos.