Estado pós-nacional e ampliação da liberdade do cidadão na Europa contemporânea
PDF

Palavras-chave

Liberdade
Estado

Como Citar

Gomes, D. M. (2011). Estado pós-nacional e ampliação da liberdade do cidadão na Europa contemporânea. Lex Humana (ISSN 2175-0947), 1(1), 298–309. Recuperado de http://seer.ucp.br/seer/index.php/LexHumana/article/view/13

Resumo

Se fora do organismo político, qualquer que seja, não há significado
nem dignidade para o homem, como defende Hannah Arendt, é preciso que
esta vivência política não se converta em totalitarismo, garantindo a liberdade
e a pluralidade de valores na sociedade. O Estado, como organização política,
deve estar estruturado de maneira a tutelar a liberdade do homem. Hoje,
vê-se um enfraquecimento do modelo do Estado-nação. Por um lado, há
desafios que ultrapassam a possibilidade de uma solução nacional, como nas
áreas da segurança e da economia. Por outro, há os anseios a uma liberdade
que desconheça fronteiras territoriais e se materialize através de uma
cidadania transnacional. Ganha revelo, assim, a idéia de um novo modo de
organização política desvinculada do nacionalismo, capaz de potencializar a
liberdade - o Estado pós-nacional.
PDF

Downloads

Não há dados estatísticos.