Dworkin e a interpretação de Rawls como filósofo do direito
PDF/A

Palavras-chave

Dworkin
Rawls
Direito
Positivismo Jurídico
Interpretativismo.

Como Citar

Rohling, M. (2012). Dworkin e a interpretação de Rawls como filósofo do direito. Lex Humana (ISSN 2175-0947), 4(2), 102–124. Recuperado de http://seer.ucp.br/seer/index.php/LexHumana/article/view/252

Resumo

A obra de Rawls é, certamente, um manancial de possibilidades e interpretações, no contexto da filosofia contemporânea. Dworkin, do mesmo modo, é um dos mais notáveis pensadores do direito. A propósito das críticas que sofreu Rawls de que teria dado pouco tratamento ao direito, Dworkin procura interpretar as principais contribuições do filósofo de Harvard à filosofia do direito. Nesse ínterim, confrontando o positivismo jurídico e o interpretativismo, sustenta que a teoria de Rawls estaria inclinada a recepcionar mais uma teoria do direito interpretativista do que uma positivista. Assim, o artigo apresenta a interpretação de Rawls como um filósofo jurídico levada a efeito por Dworkin avaliando se, realmente, a teoria de Rawls é mais compatível com o positivismo jurídico ou com o interpretativismo.

PDF/A

Downloads

Não há dados estatísticos.