O relatório final da CNV e a potencialidade política da memória dos “vencidos”
PDF/A

Palavras-chave

Comissão Nacional da Verdade. Relatório Final. Walter Benjamin.

Como Citar

Cataldo de Souza Tilio dos Santos, A. (2017). O relatório final da CNV e a potencialidade política da memória dos “vencidos”. Lex Humana (ISSN 2175-0947), 8(2), 1–13. Recuperado de http://seer.ucp.br/seer/index.php/LexHumana/article/view/1264

Resumo

O presente artigo tem como objetivo central analisar a quarta conclusão emitida pela Comissão Nacional da Verdade (CNV) em seu relatório final, publicado em dezembro de 2014. Trata-se do reconhecimento quanto à persistência do quadro de graves violações de direitos humanos em tempos democráticos. A CNV destaca que essa perpetuação se relaciona diretamente ao não tratamento das violações cometidas no contexto ditatorial.  Utilizando como marco teórico a obra do filósofo alemão Walter Benjamin, mais precisamente suas teses reunidas em “Sobre o conceito de história”, será proposta uma reflexão sobre a potencialidade política da memória dos vencidos na luta contra a violência e opressão dos dias atuais.

PDF/A

Downloads

Não há dados estatísticos.