O papel da filosofia para a efetividade dos direitos humanos: a fundamentação racional e a crítica de Norberto Bobbio
PDF/A

Palavras-chave

direitos humanos
fundamentação
filosofia do direito

Como Citar

de Oliveira, K. H. B. (2015). O papel da filosofia para a efetividade dos direitos humanos: a fundamentação racional e a crítica de Norberto Bobbio. Lex Humana (ISSN 2175-0947), 7(1), 100–117. Recuperado de http://seer.ucp.br/seer/index.php/LexHumana/article/view/767

Resumo

O jusfilósofo italiano Norberto Bobbio nega que o discurso sobre a fundamentação dos direitos humanos tenha validade, hoje. O presente trabalho tem por objetivo analisar a argumentação utilizada por esse pensador, indagando se esta problemática foi realmente secundada em virtude da primazia da concretização desses direitos. Busca-se aclarar o papel que uma justificação racional possui e sua relação com a efetividade e a pertinência dos motivos alegados pelo filósofo para o abandono dessa fundamentação. Nega-se a ideia de que o produto do labor intelectual dos pensadores não influencia a prática. Em conseqüência, defende-se que a dicotomia filosofia/ prática não se aplica ao discurso dos direitos humanos.

 

PDF/A

Downloads

Não há dados estatísticos.