Jacques Maritain e os princípios que regem as relações entre a Igreja e o Estado

Marcelo Sampaio Soares de Azevedo

Resumo


A reflexão teórica elaborada pelo filósofo Jacques Maritain, um dos principais representantes do pensamento católico no século passado, tem por tema principal a Igreja no mundo moderno e é contemporânea da doutrina social formulada pelo magistério católico desse período. Ao cabo de um longo percurso de estudos e reflexões, Jacques Maritain desenvolve a ideia de que as relações entre a Igreja e o Estado (e o corpo político) são regidas por três princípios gerais, qualificados por ele de "imutáveis". O objeto do presente estudo é a exposição do conteúdo desses três princípios e a forma de sua aplicação prática.


Palavras-chave


Direitos Humanos; Direitos Fundamentais

Texto completo: PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Lex Humana está indexada em bases de dados, repositórios, diretórios, indexadores e portais, nacionais e internacionais, conforme a relação abaixo:

E-Revistas E-Revistas E-Revistas DiadorimLogotipo do Crossref CiteFactor Dialnet Logotipo do Crossref EZB JDB

Consulte também:

Sherpa/Romeo JSTOR Scielo Redalyc Academic Journals Database Logotipo do Crossref Philosophy Documentation Center
* Proquest@, Ulrich's Periodicals Directory@ e EBSCO@ são bases de acesso restrito.

Contadores estatísticos




Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Brasil License