A mediação histórica e a filosofia do direito em Hegel: entre liberdade e necessidade

Thiago Cabrera

Resumo


Hegel defende a mediação pela negatividade como estrutura fundamental da realidade. Busca-se indicar como, ainda hoje, o pensamento hegeliano, em sua compreensão da relação, pode oferecer-nos uma fecunda alternativa às desintegradoras interpretações de mundo em voga, marcadas pelo relativismo. Para tanto, dedica-se atenção especial à relação entre Filosofia da História e Lógica, concluindo com observações oportunas acerca de sua Filosofia do Direito, tomada a Lei abstrata como caso exemplar de necessidade de mediação.


Palavras-chave


Dialética. Liberdade; História; Mediação; Providência; Estado

Texto completo: PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Lex Humana está indexada em bases de dados, repositórios, diretórios, indexadores e portais, nacionais e internacionais, conforme a relação abaixo:

E-Revistas E-Revistas E-Revistas DiadorimLogotipo do Crossref CiteFactor Dialnet Logotipo do Crossref EZB JDB

Consulte também:

Sherpa/Romeo JSTOR Scielo Redalyc Academic Journals Database Logotipo do Crossref Philosophy Documentation Center
* Proquest@, Ulrich's Periodicals Directory@ e EBSCO@ são bases de acesso restrito.

Contadores estatísticos




Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Brasil License