Teses básicas do positivismo e suas críticas ao jusnaturalismo

Alejandro Bugallo

Resumo


Subjaz ao texto a ideia de que jusnaturalismo e juspositivismo são
duas teorias e  posicionamentos antitéticos em tensão, referência e reformulação
recíprocas, razão dos   respectivos e novos sentidos. O texto reflete as concepções
históricas do jusnaturalismo e centra-se nas críticas que lhes foram formuladas
pelos positivistas clássicos  [ROSS, HART e KELSEN] a partir da especificidade
de suas concepções e na exposição das teses básicas do positivismo. As criticas
formuladas, embora procedentes em relação a certas interpretações da natureza, não
desqualificam a função e dimensão crítica do direito natural, nem a consistência da
natureza humana como fundamento do direito natural e  positivo.

Palavras-chave


Positivismo; Jusnaturalismo

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Lex Humana está indexada em bases de dados, repositórios, diretórios, indexadores e portais, nacionais e internacionais, conforme a relação abaixo:

E-Revistas E-Revistas E-Revistas DiadorimLogotipo do Crossref CiteFactor Dialnet Logotipo do Crossref EZB JDB

Consulte também:

Sherpa/Romeo JSTOR Scielo Redalyc Academic Journals Database Logotipo do Crossref Philosophy Documentation Center
* Proquest@, Ulrich's Periodicals Directory@ e EBSCO@ são bases de acesso restrito.

Contadores estatísticos




Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Brasil License